Conto erótico de um grande fã e adm de vários grupos Tigresa Vip- Uma história picante de Tigresa sendo professora sexual

DENÍSIO COMEÇA DIZENDO EM SUA FANTASIA:  Carol e você faria a iniciação sexual de uma vizinha sua mais novinha que você. Ela se chamaria Ana e você ensinaria pra Ana os segredos do sexo. Uma série de 10 vídeos. Ou 12 vídeos, porque no final da parte 6 e no final da parte 10 tem 2 sugestões de surubas com que se poderiam fazer mais 2 vídeos. O único cenário seria um quarto com uma cama bem grande e com um sofá também bem grande, e com um banheiro dentro do quarto que quando a porta do banheiro estivesse aberta se pudesse ver vocês dentro do banheiro. A história se passaria com você tendo a idade que tem agora, 21 anos e a sua vizinha seria ainda bem novinha, ainda virgem, sem nenhuma experiência sexual, mas já cheia de tesão e curiosidade pra aprender tudo sobre sexo. Como você e a Ana são vizinhas, uma vive na casa da outra e vocês duas já têm uma boa amizade. O que você não sabe é que a Ana já teria visto você fudendo, mas sem você poder ver a ela, ela estaria escondida e te viu fudendo e gozando várias vezes: você sozinha se masturbando, você com mais uma outra mulher, você com mais um homem, você com mais duas outras mulheres, você com mais um homem e uma outra mulher, você com mais dois homens ao mesmo tempo, enfim, a sua vizinha Ana, escondida, já teria te visto fudendo de tudo quanto é jeito, e, quando ela te via fudendo, ela ficava com a bucetinha dela inchadinha e molhadinha de tesão. Outros personagens desses vídeos seriam três homens amigos seus, André, Bruno e Carlos, que costumariam frequentar a sua casa pra fuder contigo, um de cada vez, ou dois de cada vez fazendo muitas DPs, ou até os três juntos de uma vez só pra fazerem gangbangs com você sozinha ou surubas com você e mais uma outra amiga sua, Dora, que seria uma outra personagem, uma amiga sua com mais ou menos a mesma idade que você e que costuma ir na sua casa pra transar contigo ou fazer surubas contigo e mais outros amigos e amigas seus. Outra personagem desses vídeos seria uma colega de escola da Ana, da mesma sala que a Ana, com o nome de Bianca e que teria mais ou menos a mesma idade que a Ana e que também não teria nenhuma experiência sexual, assim como a Ana, mas a Bianca teria o maior tesão pra transar com a Ana, só que a Ana ainda não saberia disso, a Bianca seria apaixonada pela Ana em segredo, sem a Ana saber. Inclusive, a Ana e a colega dela Bianca, já teriam ido juntas pra sua casa pra você ajudar a Ana e a Bianca a arrumar uma roupa pra uma festa. Nesse dia, você percebeu que a Bianca olhava com tesão pra Ana quando Ana ficava nua quando trocava de roupa e, num momento em que estavam só vocês duas a sós, você e a Bianca, a colega da sua vizinha, você perguntou pra Bianca se ela, Bianca, tinha tesão pela Ana, e a Bianca respondeu que sim, mas Bianca disse pra você que nunca falou nada pra Ana porque Bianca tinha medo que Ana achasse que Bianca era uma tarada e Ana se afastasse de Bianca, por isso Bianca preferia continuar só como amiga de Ana pra pelos menos Bianca continuar perto de Ana, então vocês duas concordaram em não contar isso pra Ana, pelo menos por enquanto, guardaram isso em segredo da Ana. A história começa quando, um dia, a Ana já tava doidinha de tesão, subindo pelas paredes e com a bucetinha dela inchadinha e molhadinha de tanto, às escondidas, te observar fudendo. A Ana não aguenta mais, cria coragem e resolve se aproximar ainda mais de você. Ela vai na sua casa quando você tá sozinha em casa e diz pra você que queria ver umas roupas contigo de novo e pede pra você ajudar a ela outra vez. Quando você e a sua vizinha Ana estão a sós, só vocês duas na sua casa, papo vai, papo vem, ela pergunta pra você se você tá ficando com alguém. Você responde que você tem vários amigos e amigas com quem você costuma brincar de vez em quando, e aí você aproveita pra perguntar pra Ana se ela já ficou com algum cara, e, quando ela diz que ainda não tinha ficado com nenhum garoto, você pergunta pra Ana se ela já tinha ficado com alguma garota, se ela já tinha brincado com alguma outra menina. Ana fica molhadinha de tesão e responde pra você que também ainda não. Você então pergunta pra Ana se ela gostaria de brincar com meninos ou com meninas e a Ana, com a bucetinha dela já molhadinha e inchadinha de tesão, responde que com os dois, meninos e meninas. Aí a Ana aproveita pra dizer pra você que ela sempre teve muita curiosidade e tesão pra aprender sobre o sexo e ela confessa pra você que ficou com mais tesão ainda quando começou a ver às escondidas você transando. Você dá uma risada, diz pra Ana que ela é uma safadinha por estar espionando a você, mas você também diz pra Ana que não está zangada com ela, pelo contrário, você diz que ficou com a sua buceta molhadinha de tesão ao saber que ela te via transando, pois você confessa que você gosta de ser observada enquanto tá fudendo e que você também fica ainda mais excitada quando você sabe que outras pessoas estão sentindo tesão por você por te ver fudendo. Você então diz pra Ana que teve uma ideia de como ensinar pra Ana o que você sabe sobre sexo. Então você faz um carinho no rosto e nos cabelos da Ana, suavemente você dá um beijo bem carinhoso na boca dela e você diz pra Ana voltar no dia seguinte pra primeira lição de sexo!
VÍDEO 1 – Esse primeiro vídeo mostraria Carol ensinando Ana a se masturbar. Carol leva Ana pro quarto. Elas ficam em pé, uma de frente pra outra. Carol dá um beijo carinhoso na Ana, tira toda a própria roupa sensualmente, enquanto Ana observa Carol. Então, Carol dá outro beijo bem carinhoso na Ana e tira toda a roupa da Ana também. Depois que as duas estão nuas, Carol leva Ana até a cama e deita Ana na cama de barriga pra cima. Carol dá mais um beijo carinhoso na Ana e Carol diz pra Ana que a primeira coisa que a Ana tem que aprender é a conhecer o próprio corpo, aprender a se dar prazer sozinha pra saber como ter prazer com os outros, e outras. Carol pega a mãozinha da Ana e leva a mãozinha da Ana até a bucetinha da Ana. Carol, então, deixa Ana sozinha na cama e vai pro sofá, onde Carol se recosta e arreganha as pernas e começa a se masturbar. Carol fica admirando a Ana e começa a elogiar o corpo da Ana e diz que a Ana é uma safadinha e que a Carol vai ensinar tudo o que sabe de sacanagem pra Ana, e enquanto fala essas e outras sacanagens, Carol com uma mão acaricia os próprios seios e com a outra mão acaricia a buceta dela mesma, já inchada, molhada e encharcada de tesão. Carol, então, começa a ensinar pra Ana como se masturbar, dizendo pra Ana como a Ana tem que se tocar sozinha, pra Ana poder conhecer o próprio corpo e aprender a dar prazer pra ela mesma sozinha, se masturbando. Ana, então, começa a se acariciar, acaricia o próprio corpo, os seios, a bucetinha, e até o cuzinho, ficando toda molhadinha. Carol diz pra Ana como usar os dedos da Ana pra acariciar o grelinhho da Ana. Algum tempo depois de pegar o jeito, Ana sente uma sensação gostosa no grelo que vai se espalhando pela buceta e pelo corpo todo da Ana, até a Ana gozar gostoso. Então, Carol diz pra Ana enfiar dois dedinhos da Ana dentro da bucetinha da Ana e Carol ensina pra Ana como mexer os dois dedinhos dentro da buceta. Quando Ana toca com os dedinhos em um certo ponto dentro da bucetinha da Ana, Ana sente o corpo todo dela tremer, um arrepio corre pela espinha dela da bunda até a nuca como uma corrente elétrica, Ana começa a sentir prazer e a gozar, cada vez mais e mais forte, até gozar descontroladamente, o corpo todo tremendo de prazer e a Ana gemendo e gritando de prazer na cama, enquanto no sofá Carol observa Ana e também se masturba, também gozando pra caralho, também gemendo e gritando de tesão e prazer. As duas se masturbam de várias maneiras diferentes e gozam várias vezes, mas só se masturbando, Ana na cama e Carol no sofá, com Carol sempre explicando pra Ana como se masturbar, ensinando como gozar gostoso e falando um monte de putarias pra Ana, dizendo que a Ana era uma novinha muito gostosinha e muito safadinha, que ia ensinar tudo de sacanagem pra ela, que ia fazer da Ana uma putinha mais putinha que ela mesma, Carol, e que a Ana ainda ia gozar muito com a Carol. O mais importante nesse vídeo é mostrar a Ana se masturbando, mostrar a Ana brincando com a própria bucetinha e os peitos dela mesma até ela mesma, Ana, se fazer gozar. Ninguém transa com a Ana nesse primeiro vídeo, e, no final, depois das duas estarem cansadas de tanto gozar, Carol se levanta do sofá e vai até a Ana, que continua deitada na cama, ofegante e exausta de tanto gozar. Carol faz um carinho no rosto e nos cabelos da Ana e, suavemente, dá um beijo bem carinhoso na Ana e Carol diz pra Ana voltar no dia seguinte pra mais uma lição de sexo.
VÍDEO 2 – Esse segundo vídeo mostraria a Carol transando com a Ana, a Carol ensinando pra Ana como transar com uma mulher. Carol leva Ana pela mão pro quarto. Dentro do quarto, com as duas ainda em pé, Carol abraça, beija e acaricia todo o corpo de Ana, os peitos, a bucetinha, a bundinha, enquanto as duas rapidamente tiram todas as roupas. Quando estão completamente nuas, Carol deita carinhosamente Ana na cama, faz um carinho no rosto e nos cabelos de Ana e beija a Ana, no início suavemente e depois com cada vez mais tesão, enquanto acaricia todo o corpo de Ana, os peitos, a bundinha e a bucetinha de Ana. Carol começa a chupar os peitos de Ana enquanto acaricia o grelo de Ana até Ana tremer o corpo todo de prazer e gozar dando gritinhos de prazer. Aí Carol desce a boca pra chupar o gozo da bucetinha de Ana. Lambe e chupa os grandes e os pequenos lábios da bucetinha de Ana, enfia a língua na bucetinha de Ana, lambe e chupa toda a bucetinha de Ana, até começar a lamber e chupar o grelo de Ana, chupando o grelo com cada vez mais paixão até Ana começar a tremer o corpo todo, gritar de prazer e gozar de novo na boca da Carol. Então, Carol ensina a Ana a fazer um 69 e coloca sua buceta na cara de Ana enquanto chupa a bucetinha de Ana. Carol vai dizendo pra Ana como Ana tem que fazer, ensinando pra Ana como chupar uma buceta. Ana tenta, então, chupar a buceta da Carol que nem Carol chupou a buceta de Ana. Carol explica pra Ana como chupar o grelo e diz pra Ana que ela está sendo uma boa aluna, que tá aprendendo rápido. As duas ficam se chupando até gozarem intensamente. Depois de gozarem, ainda na posição de 69, Carol dá uma lambidinha no cuzinho de Ana e Ana treme o corpo todo. Carol começa a acariciar a entradinha do cuzinho de Ana com o dedinho de Carol. Ana se assusta, e Ana diz que vai doer, mas Carol diz pra Ana ter calma, que Carol vai colocar o dedo devagarinho, com muito carinho, no cuzinho de Ana. Carol, então, passa bastante lubrificante no dedinho de Carol e na entradinha do cuzinho de Ana. Carol acaricia a entradinha do cuzinho de Ana com a pontinha do dedinho de Carol e depois vai forçando devagarinho o dedinho a entrar no cuzinho de Ana. Quando o dedo entra, Ana dá um gritinho de dor e susto e sente o corpo todo tremer. Carol começa a chupar a bucetinha de Ana enquanto mete o dedo cada vez mais fundo no cuzinho de Ana. Ana dá gritinhos de dor e ao mesmo tempo gemidinhos de prazer. Carol começa a fazer um vai-e-vem com o dedo no cuzinho de Ana, começando devagar e indo cada vez mais rápido, ao mesmo tempo em que Carol chupa cada vez mais forte a bucetinha de Ana. Ana começa a sentir prazer também pelo cu, e também pela bucetinha, e começa a gozar descontroladamente, tremendo o corpo todo, gemendo e gritando de prazer. Depois que Ana goza, Carol lambe e chupa todo o gozo da bucetinha de Ana e também lambe e beija o cuzinho de Ana. Depois, Carol e Ana ficam deitadas de ladinho, uma de frente pra outra e as duas se abraçam e se beijam apaixonadamente. Carol começa a esfregar a coxa de Carol na bucetinha de Ana, fazendo com que a coxa de Ana também se esfregue na buceta de Carol. Depois de gozarem mais uma vez, Carol se senta e senta Ana entre as suas pernas e as duas começam a esfregar a buceta de uma na buceta da outra, como duas tesouras se roçando. Ficam se esfregando, se esfregando, até gozarem alucinadamente. Depois de gozarem, ainda sentadas e entrelaçadas, Carol beija Ana carinhosamente e deita Ana de barriga pra cima. Carol passa lubrificante em dois dedinhos de Carol e na entradinha da bucetinha de Ana. Acaricia o grelo, os grandes lábios e os pequenos lábios da bucetinha de Ana e vai enfiando com carinho os dois dedinhos de Carol dentro da bucetinha de Ana, ao mesmo tempo em que Carol beija Ana com muito tesão e a outra mão de Carol acaricia os peitos de Ana, e Carol também beija, lambe e chupa os peitos de Ana. Carol enfia cada vez mais os dois dedinhos de Carol dentro da bucetinha de Ana e, quando alcança com os dedos um certo ponto dentro da bucetinha de Ana, Ana sente o corpo todo tremer e começa a gozar descontroladamente. Carol acaricia esse ponto dentro da bucetinha de Ana com os dedos e começa um vai-e-vem com os dois dedinhos dentro da bucetinha de Ana, enquanto Carol chupa um peito de Ana e com a outra mão Carol acaricia o outro peito de Ana. Ana goza descontroladamente, com o corpo todo tremendo, gemendo e gritando de prazer. Quando Ana já tá quase desmaiando de tanto gozar, quando Ana chega no clímax, Ana esguicha um jato forte que sai da buceta de Ana enquanto Ana goza alucinadamente! Depois que Ana goza, Carol coloca a cabeça entre as pernas de Ana e lambe e chupa todo o gozo da bucetinha de Ana. Então, Carol sobe pra cima de Ana, Carol fica deitada em cima de Ana, Carol abraça e beija apaixonadamente a Ana pra dividir com Ana o gosto do gozo de Ana. Então, Carol diz pra Ana fazer com a Carol o que a Carol fez com a Ana, pra Ana mostrar pra Carol se Ana aprendeu como gozar com uma outra mulher e como fazer uma outra mulher gozar gostoso. Ainda abraçadas e deitadas, Ana inverte as posições, Ana vira Carol pra baixo de Ana e Ana fica deitada por cima de Carol. Ana dá um beijo apaixonado em Carol, e Ana vai descendo acariciando, beijando, lambendo e chupando os peitos, a barriga de Carol, até chegar na buceta de Carol. Carol geme de tesão e diz pra Ana o que é que a Ana tem que fazer e como fazer, e diz que Ana é uma ótima aluna, que tá aprendendo rápido, que vai ficar melhor que a professora. Depois de Ana chupar toda a buceta de Carol, lambendo os grandes e pequenos lábios e enfiando a língua dentro da buceta de Carol, Ana se concentra em lamber e chupar o grelo de Carol. Enquanto continua chupando o grelo de Carol, Ana enfia dois dedinhos de Ana dentro da buceta de Carol até chegar em um certo ponto dentro da buceta de Carol que faz Carol tremer de prazer. Carol diz pra Ana que é aí mesmo e Ana começa um vai-e-vem com os dedos dentro da buceta de Carol, ao mesmo tempo em que, com a outra mão, Ana acaricia os peitos de Carol. Então, Ana tira essa mão dos peitos de Carol e enfia um dedo dessa mão dentro do cu de Carol. Carol sente o corpo todo tremer, grita de prazer e começa a gozar alucinadamente, com o grelo de Carol sendo chupado e ao mesmo tempo Carol levando dedada na buceta e no cu. Depois que Carol goza, Ana lambe e chupa todo o gozo da buceta de Carol. Depois, Ana vai subindo pelo corpo de Carol, acariciando, beijando, lambendo e chupando, a barriga, os peitos, o pescoço de Carol, até abraçar e beijar apaixonadamente a boca de Carol. As duas se abraçam e se beijam, loucamente, se acariciam, se beijam, se lambem e se chupam todo o corpo uma da outra. Então, Carol inverte as posições, Carol vira Ana pra baixo de Carol e Carol fica deitada por cima de Ana. Deitada em cima de Ana, Carol começa a esfregar a buceta de Carol na buceta de Ana. Ficam se esfregando buceta com buceta, grelo com grelo, com a Carol deitada em cima de Ana, até gozarem de novo. Elas também gozam várias outras vezes, em várias posições diferentes, e Ana mostra pra Carol que aprendeu muito bem a lição. Depois das duas gozarem muito juntas, ficarem cansadas de tanto gozar, as duas ficam abraçadinhas juntinhas, deitadas de ladinho, uma de frente pra outra. Carol faz um carinho no rosto e nos cabelos de Ana, beija Ana suavemente, com muito carinho, e diz pra Ana voltar no dia seguinte, que o dia seguinte vai ser um dia especial pra Ana, com mais uma lição de sexo.
VÍDEO 3 – Esse terceiro vídeo mostraria o amigo da Carol, André, tirando a virgindade da bucetinha, do cuzinho e da boca de Ana, enquanto Carol só assiste e, enquanto Carol se masturba, Carol fica falando com a Ana, dizendo o que a Ana tem que fazer. Carol leva Ana pela mão pro quarto. Quando Carol abre a porta do quarto, Ana vê que já está dentro do quarto um amigo da Carol, André, completamente nu, em pé, de frente pra elas e já de pau duro. Ana se assusta e ao mesmo tempo fica excitada. Ana fica com tanto tesão que fica com a bucetinha molhadinha na hora e já piscando de tesão. Carol diz pra Ana que, como Carol tinha prometido no dia anterior, hoje seria um dia muito especial pra Ana, o dia em que a Ana perderia o cabaço. Carol puxa Ana pela mão pra dentro do quarto, dá um beijo suave e carinhoso na Ana e diz que agora é a vez dela, Carol, bater uma siririca vendo a Ana sendo fudida, como a Ana observava a Carol. Carol fica nua, vai pro sofá e se recosta com as pernas arreganhadas e fica se masturbando pra assistir de camarote a Ana ser fudida por um homem pela primeira vez. André vai até a Ana, abraça e beija carinhosamente a Ana, dá beijinhos, lambidinhas e mordidinhas na pontinha da orelha da Ana e no pescocinho dela, fazendo Ana sentir arrepios de tesão. André começa a acariciar, beijar, lamber e chupar todo o corpo de Ana, enquanto rapidamente tira toda a roupa de Ana. André chupa os peitos de Ana e acaricia a buceta e a bunda dela, fazendo Ana gemer de prazer. Carol, então, manda Ana pegar no pau de André e acariciar o cacetão dele. Ana fica ainda mais molhada de tesão ao ver e sentir em sua mãozinha aquele caralhão enorme, grosso e duro. Depois, Carol manda Ana se ajoelhar na frente de André, que continua em pé, pra Ana acariciar e bater uma punheta no pau dele, beijar, lamber e chupar todo o cacete, da cabeçona até as bolas. Carol vai falando, ensinando pra Ana como chupar um pau. Ana começa um pouco sem jeito, o pau é muito grande pra mãozinha e pra boquinha de Ana, mas rapidamente Ana pega o jeito ao fazer como a Carol tava ensinando e ao lembrar das vezes que tinha visto escondida a Carol punhetar e chupar um pau. André fica com o pau maior e mais duro ainda e então ele levanta a Ana, abraça e beija a Ana com muito tesão, enquanto acaricia todo o corpo de Ana, e Ana fica ainda mais molhada de tesão ao sentir aquele pau duro e enorme roçando em sua bucetinha e sua barriga. André gentilmente deita Ana na cama de barriga pra cima, beija Ana de novo enquanto acaricia todo o corpo de Ana, chupa os peitos dela, vai descendo até a bucetinha de Ana e chupa a bucetinha dela, dando uma surra de língua no grelo de Ana, até ela gozar alucinadamente na boca de André e, em seguida, ele lambe e chupa todo o gozo de Ana. Depois que Ana goza, Carol diz que chegou a hora de André meter o caralhão dele na bucetinha de Ana. Ao ouvir isso, Ana sente um arrepio e sente corpo dela todo tremer de medo e tesão. André percebe isso e diz pra Ana que vai colocar devagarzinho, com muito carinho, o cacetão dele. Ele passa bastante lubrificante em todo o pau dele e na entradinha da bucetinha de Ana. André, então, abre as pernas de Ana e fica sobre a Ana. Quando André encosta a ponta do cabeção na entradinha da bucetinha de Ana, ela sente um arrepio e treme o corpo todo. Ele olha nos olhos dela, faz um carinho no rosto e nos cabelos de Ana, dá um beijo suave nela, enquanto vai roçando com a ponta do pau o grelo e a entradinha da bucetinha de Ana. Quando Ana já está com a bucetinha encharcada de tesão, gemendo de ansiedade, tesão e vontade de ser fudida, ele pergunta se ela está pronta. Ela, com uma mistura de medo e tesão, diz que sim. Ele, então, começa a forçar com dificuldade a cabeçona pra dentro da bucetinha apertadinha de Ana. Ela geme de dor, medo e tesão. De repente, ele força mais forte e entra o cabeção, rasgando a bucetinha de Ana. Ana sente uma dor enorme e dá um grito bem alto, um berro de dor. Ana começa a chorar e a se debater debaixo de André e a bater nele e a gritar desesperada, implorando pra ele tirar. Ela sente como se estivesse sendo partida ao meio, sendo rasgada por aquele pau grande e grosso. André ignora os apelos de Ana e enfia com dificuldade cada vez mais fundo aquele cacetão grande e grosso, cada vem mais pra dentro da bucetinha da Ana. Ela implora pra ele pelo menos meter mais devagar, devagarzinho, mais André mete com cada vez mais força, arrancando lágrimas e gritos de dor de Ana cada vez que ele mete mais forte e o pau entra um pouco mais fundo. Quando ele já tá com a metade do pau dentro da bucetinha de Ana, ele segura Ana firmemente pela cintura dela e, numa metida só, André enfia todo o pauzão dele dentro da bucetinha de Ana, que dá um grito de dor tão alto que, se o quarto não fosse a prova de som, daria pra se escutar de bem longe. Ana sente uma dor tão grande e tão forte que quase desmaia, vê estrelas, fica sem fôlego. Ana chora cada vez mais desesperadamente, grita desesperada implorando pra ele tirar, até que fica tão alucinada de dor que só consegue gritar, urrar e chorar de dor. Ele, então, começa um vai-e-vem com o pau dentro da bucetinha de Ana, no começo devagar, mas com estocadas firmes e fortes, fazendo Ana ver estrelas cada vez que ele metia até o fundo dela. André vai metendo cada vez mais rápido e cada vez mais forte, arregaçando a bucetinha de Ana cada vez mais. Nesse vai-e-vem, Ana começa a sentir prazer junto com a dor, um prazer tão forte quanto a dor, ela chora e grita cada vez mais alto, cada vez mais alucinadamente, mas agora grita também de prazer. Ela começa a gozar descontroladamente, um gozo tão forte que ela quase desmaia. E ele mete cada vez mais rápido, cada vez mais forte, até que ele segura com firmeza a cintura de Ana e dá com toda a força uma última enfiada, enfiando o máximo que pode o cacetão dentro da bucetinha de Ana, fazendo Ana sentir uma mistura de dor e prazer tão grande que Ana sentiu que ela tava explodindo de gozo. E o gozo de Ana aumentou ainda mais quando ela sentiu André gozando dentro dela e enchendo de porra a bucetinha de Ana. Ana gozava cada vez mais enquanto sentia o cacetão de André tremer dentro dela, cada vez maior e cada vez mais duro. Ele caiu sobre ela ainda com o pau duro dentro da bucetinha de Ana e os dois ficaram abraçados ofegantes, arfando, tentando recuperar o fôlego. Carol, que já tinha gozado várias vezes só na siririca assistindo André fudendo a bucetinha da Ana, diz pro André levar a Ana pro banheiro pra ele dar um banho nela. Quando André tira de uma só vez, rapidamente, o pau de dentro da bucetinha de Ana, uma enxurrada de porra escorre pra fora da bucetinha de Ana. E, quando André tira de uma vez só, rapidamente, o caralhão ainda duro de dentro de Ana, Ana sente uma sensação tão forte que quase goza de novo. André leva Ana pro banheiro pra ele dois se lavarem, mas deixa a porta aberta pra Carol poder ver do sofá Ana e André no banheiro. Os dois se acariciam no banho, se abraçam, se beijam, se lambem e se chupam o corpo todo um do outro. Ana, então, pega no pau de André e começa a acariciar e a bater uma punheta nele. Ana se agacha e ela fica acocorada com as pernas arreganhadas pra chupar o pau de André, chupa e punheteia o pau dele até ele ficar com o cacetão duro de novo. Ana, então, se levanta e puxa André pelo pau até a cama, onde Ana deita André de barriga pra cima e ela senta em cima dele, de frente pro André. Ana pega o pau de André com a própria mãozinha dela e encaixa o pauzão dele na entradinha da bucetinha dela, e fica tentando enfiar o caralhão, usando o peso do corpo dela pra forçar pra baixo, até que o cabeção consegue entrar e Ana sente o corpo dela todo tremer e se arrepiar de prazer. Ana vai forçando com dificuldade o corpo dela pra baixo até sentir todo o pau dele dentro dela. Ana, então, vai subindo e descendo até ela gozar de novo, gemendo e gritando de prazer. Depois disso, Carol manda André fuder a buceta de Ana em várias posições diferentes e Ana gozava em todas as posições, de frente, por trás, de ladinho, sentada, ajoelhada, em pé, pendurada, enfim, de tudo que é jeito, até que Carol manda Ana ficar de quatro e manda André meter na buceta de Ana. Ele mete e começa a arregaçar a bucetinha de Ana que tá de quatro, metendo cada vez mais rápido e cada vez mais forte até Ana gozar, gritando de prazer. Até naquele momento, foi de quatro que a Ana mais sentiu prazer. Depois que a Ana gozou, ela ainda continuava de quatro e o André ainda continuava com o pau duro dentro dela. Carol, então, diz que é hora de tirar o cabaço também do cuzinho de Ana. Quando Ana ouve isso, sente um calafrio de medo e tesão e tenta fugir, mas André segura Ana firme pela cintura e ele continua com o pau duro dentro da bucetinha de Ana. Então Carol diz pra Ana que hoje ela ia perder todos os cabaços dela, até do cu. Ana começa a chorar e pede desesperadamente por favor pra não meter no cu dela, mas André ignora os apelos de Ana. Com a Ana ainda de quatro e com André ainda com o pau duro dentro da bucetinha de Ana, André passa bastante lubrificante nas preguinhas do cuzinho de Ana. André aproveita pra acariciar com o dedo dele a entradinha do cuzinho de Ana e força o dedo a entrar no cuzinho dela. Quando o dedo entra, Ana dá um grito de dor. Ele enfia o dedo todo e Ana diz que tá doendo. André começa um vai-e-vem com o dedo dentro do cu de Ana ao mesmo tempo que ele também recomeça um vai-e-vem com o pau dele, que continuava duro dentro da bucetinha da Ana. Depois de algum tempo, Ana goza de novo sendo fudida na bucetinha de quatro outra vez, mas dessa vez também com um dedo no cu, o que faz com que ela goze mais forte ainda. Depois que ela gozou de novo, ela continuou de quatro. Ele tirou o dedo do cu dela, segurou a cintura dela firmemente, tirou o pau da bucetinha dela, passou bastante lubrificante em todo o cacetão e encostou a ponta do cabeção na entradinha do cuzinho dela. Ana se arrepiou toda e sentiu o corpo todo tremer, tentou fugir, mas André segurava Ana firmemente pela cintura com as duas mãos, fazendo com que Ana continuasse de quatro. Ele roçou um tempinho o pau na buceta encharcada de Ana e depois roçou a entradinha do cuzinho dela com a ponta do pau dele e, de repente, começou a forçar o caralhão a entrar no cuzinho de Ana. Ela trincava os dentes, gemia, batia na cama, mordia a fronha até que ele, numa forçada mais forte, conseguiu enfiar o cabeção dentro do cuzinho de Ana. Ela deu um grito de dor, começou a chorar de soluçar, desesperada. Tentou fugir, mais ele a segurava fortemente pela cintura. Ela gritava bem alto, gritando pra ele parar, implorando pra ele tirar por favor, mas ele, ao contrário, enfiava cada vez mais no cuzinho dela e ela se sentia como se estivesse sendo partida ao meio, como se estivesse sendo rasgada por aquele cacetão grande e grosso. Quando ele já tinha conseguido enfiar metade do cacetão, André segura Ana mais firme ainda pela cintura e, duma vez só, em uma só enfiada, ele mete todo o cacetão dentro do cuzinho dela. Ela, então, dá o maior grito que já tinha dado na vida dela, um berro de dor, a maior dor que ela já tinha sentido até aquele momento, quase que ela desmaia, ela vê estrelas, fica sem ar, e só não desaba porque André está segurando a Ana firmemente pela cintura. Então, André começa um vai-e-vem com o pau dele dentro do cu da Ana e começa a arregaçar o cu dela, metendo cada vez mais rápido e cada vez mais forte. Ana começa a sentir o corpo todo dela tremer e se arrepiar, é uma sensação tão forte que ela começa a gozar descontroladamente. Era a sensação mais forte que ela já tinha sentido na vida dela até aquele momento, uma sensação tão forte de dor e prazer que ela ficou louca de gozo. Gritava, berrava, urrava, enquanto chorava com as lágrimas escorrendo pelo seu rosto. Ela gozava como nunca tinha gozado antes, gozava de prazer e dor, gozava como um animal, gozava pelo cu! Ele continuava metendo alucinadamente no cu dela, cada vez mais rápido, cada vez mais forte, até que ele segurou bem forte a cintura de Ana e enfiou com toda a força, duma vez só, o mais fundo que pôde, o cacetão dele dentro do cuzinho de Ana. Ana deu o maior grito da vida dela, um berro descomunal, ela sentiu a maior dor e o maior prazer da vida dela e a sensação de gozo de Ana aumentou ainda mais quando ela sentiu André gozando e enchendo o cuzinho dela de porra. Nessa hora ela quase desmaiou, sentiu como se tivesse morrido e voltado à vida num mesmo instante. Ela estava explodindo de prazer. A eletricidade percorria todo o corpo dela, fazendo o corpo todo dela tremer descontroladamente, numa convulsão de prazer. Depois desse instante, que pareceu durar uma eternidade, Ana desabou, e André desabou por cima dela, ainda com o pau dele duro e ainda dentro do cu de Ana. Eles estavam ofegantes, arfavam e resfolegavam como dois animais exaustos. Depois de algum tempo, Carol, que também quase tinha perdido os sentidos de tanto gozar alucinadamente enquanto batia uma siririca vendo o André fudendo o cu da Ana, Carol fala, também ofegante, mandando André dar outro banho em Ana. André, então, tirou o pau duma vez só, bem rápido, de dentro do cuzinho de Ana e um monte de porra escorreu pra fora do cuzinho dela. Quando ele tirou rapidamente o caralhão ainda duro de dentro do cuzinho dela, Ana sentiu uma sensação tão forte que quase gozou de novo. Ele, então, carrega Ana no colo pro banheiro porque ela não tinha mais forças nem pra ficar em pé. André dá um banho nela bem carinhosamente e fica acariciando a Ana suavemente, abraçando e beijando a Ana com muito carinho. Depois, André carrega a Ana no colo pra cama, deita ela de barriga pra cima e acaricia suavemente todo o corpo dela. Vai descendo a mão pra acariciar a bucetinha dela, o grelo, até que ele enfia gentilmente dois dedos dentro da bucetinha de Ana até tocar num ponto dentro da buceta dela que faz Ana tremer de prazer. André, então, começa um vai-e-vem com os dedos dentro da buceta de Ana, no início suave mas firme, e ficando cada vez mais rápido e cada vez mais forte. Ao mesmo tempo, André acaricia um peito de Ana com a outra mão e beija, lambe e chupa o outro peito de Ana. Ana, então, começa a sentir o corpo todo dela tremer, e ela começou a gozar tão forte, tão descontroladamente, que ela arqueava o corpo pra cima, levantando a bucetinha pro alto e, no clímax, Ana soltou um forte esguicho de prazer pela buceta enquanto gozava alucinadamente. Depois que Ana gozou, André chupou todo o gozo dela, beijando, lambendo e chupando a bucetinha dela. Aí, André deitou sobre ela e abraçou e beijou a Ana apaixonadamente. Então, Carol diz que, pra Ana poder completar a lição, Ana tem que chupar o pau de André até ele gozar tudinho na boca dela e Carol também manda Ana engolir toda a porra dele. André fica em pé ao lado da cama e Ana se ajoelha no chão, de frente pra ele. Acaricia o pau de André, punheteia o pau dele, beija, lambe e chupa o pau, que nem a Carol estava dizendo pra Ana fazer, que nem a Ana já tinha visto a Carol fazer antes, e a Ana também estava quase gozando só por chupar aquele pau porque ela estava mais excitada ainda porque a Carol estava excitada vendo a Ana chupar e Ana percebeu que ela, Ana, também gostava de ser vista enquanto fudia e Ana ficava ainda mais excitada quando outras pessoas ficavam excitadas por ver a Ana fudendo, como a Carol. Até que o André não aguentou mais e gozou tudinho dentro na boca de Ana. Ana sentiu uma sensação diferente com toda aquela porra na boca dela, uma sensação diferente mas gostosa. Quando toda aquela porra saiu duma vez pra dentro da boca dela, Ana primeiro se assustou com aqueles jatos de porra, mas não deixou cair nenhuma gota de porra pra fora da boca. Ana sentiu uma sensação muito gostosa com toda aquela porra dentro da boca dela e ela também se sentiu muito poderosa por ter feito aquele homem se desmanchar todo dentro da boca dela. Aquele tesão todo que ela sentia por chupar o pau dele e ele gozar na boca dela, deixou Ana de novo encharcada de tesão, quase que ela goza de novo só por chupar o pau dele. Então, Carol manda Ana engolir toda a porra dele, lamber todo o pau de André depois dele ter gozado, passar a língua na cabeça do pau e chupar, como a Carol tinha ensinado pra Ana fazer. Depois que a Ana lambeu toda a porra do pau de André, Carol se levanta do sofá e vai em direção de Ana, que continuava ajoelhada no chão. Carol afasta André pra ela poder se aproximar de Ana. Carol se ajoelha na frente de Ana, ela faz um carinho delicado no rosto e nos cabelos de Ana, beija Ana ternamente, a abraça carinhosamente a Ana, as duas ainda ajoelhadas e uma de frente pra outra. Então Carol diz pra Ana que, no dia seguinte, Carol preparou uma surpresa deliciosa pra Ana em mais uma lição de sexo.
VÍDEO 4 – Esse quarto vídeo mostraria a Carol e a Ana ensinando pra colega de escola da Ana, a Bianca, como transar com mulheres. A Bianca sempre teve o maior tesão pra transar com a colega da escola dela, a Ana, sem que a Ana soubesse desse desejo da Bianca por ela. Carol sabia que Bianca era apaixonada pela Ana e, por isso, Carol combinou com a Bianca de fazer uma surpresa pra Ana. Carol leva Ana pela mão pra dentro do quarto e quando Carol abre a porta do quarto, Ana vê sua colega Bianca deitada na cama, completamente nua. Ana fica ao mesmo tempo surpresa e excitada e Carol diz pra Ana que essa era a surpresa que Carol tinha preparado junto com a Bianca. Bianca se levanta e vai em direção à Ana e, olhando nos olhos de Ana, faz um carinho no rosto de Ana, beija Ana carinhosamente e abraça a Ana ternamente. Bianca diz pra Ana que sempre foi apaixonada pela Ana, sempre teve o maior tesão por ela. Bianca agradece à Carol por tornar realidade o desejo secreto de Bianca de transar com a Ana. Carol se aproxima das duas, abraça as duas, beija Bianca e depois beija Ana. Rapidamente, as três tiram toda a roupa e ficam se beijando, se abraçando, se acariciando, com cada vez mais paixão e cada vez mais tesão. Acariciam todo o corpo umas das outras, beijam, lambem e chupam todo o corpo umas das outras, acariciam, beijam, lambem e chupam os peitos umas das outras, acariciam, beijam lambem e chupam as bucetinhas e as bundinhas umas das outras e as três vão pra cama. Como Bianca nunca tinha transado com ninguém antes, nem com uma outra garota, Carol e Ana ensinam pra Bianca como gozar com outras mulheres e a Carol aproveita pra explicar pra Ana como ensinar pra uma garota inexperiente como gozar com outra mulher. Bianca gozou pra porra, ela só reclamava quando a Ana ou a Carol enfiavam um dedinho no cuzinho de Bianca, reclamava que tava doendo, mas acabava gozando também levando dedada no cu, enquanto as outras duas se revezavam chupando os peitos e a buceta de Bianca e enfiavam os dedinhos na bucetinha e no cuzinho de Bianca. As três gozaram muito juntas, se acariciaram, se beijaram, se lamberam, se chuparam, enfiaram os dedos em todos os buracos umas das outras e esfregaram suas bucetas nas bucetas umas das outras, se acariciaram e se chuparam até todas elas três gozarem pra caralho. Primeiro, Carol e Ana fizeram Bianca gozar pra caralho, depois Carol e Bianca fizeram a Ana gozar pra porra e em seguida Ana e Bianca fizeram Carol gozar pra caralho também, com a Carol sempre explicando pras outras duas o que elas tinham que fazer, ensinando tudinho. Elas se revezavam em várias posições diferentes. Todas elas tiveram um peito chupado por uma e o outro peito chupado por outra, enquanto tinham a buceta, a bunda e o corpo todo acariciado por quatro mãos, ou então, enquanto uma acariciava e chupava os peitos de uma, a outra lambia e chupava o grelo e a buceta dessa uma e essa uma tinham o corpo todo acariciado por quatro mãos. Levavam dedadas em todos os buracos enquanto tinham o corpo todo acariciado, beijado, lambido e chupado. E foram muitas lambidas, chupadas, dedadas e esfregadas. Uma hora, uma chupava a buceta da segunda que chupava a buceta da terceira eu chupava a buceta da primeira, num triângulo de prazer. As três gozaram tanto que as três chegaram a esguichar de prazer pelas bucetas. No final, as três estavam tão emboladas, tão juntas, tão misturadas, tão enroscadas umas nas outras, que elas já não sabiam mais onde começava uma e onde terminava outra. As três fizeram todas as posições possíveis e imagináveis na cama, no sofá, no chão e até no banheiro. Depois de ficarem exaustas de tanto prazer, depois de cansarem de tanto gozar, as três ficaram abraçadinhas, juntinhas na cama, Ana no meio, Carol dum lado e Bianca do outro, trocando carinhos suaves umas com as outras. Bianca diz pra Ana que aquele era o dia mais feliz da vida dela porque tinha realizado o desejo de transar com Ana, e Bianca beija Ana suavemente. Ana diz pra Bianca que também ficou muito feliz por saber que Bianca gostava dela e que as duas colegas ainda iam fazer muitas coisas juntas. E Ana agradece à Carol pela surpresa maravilhosa e beija Carol com muito carinho. E Carol aproveita e também beija Bianca e as três acabam se beijando todas juntas num beijo triplo. Carol diz pra Bianca pra Bianca ir pra casa pra descansar e se preparar porque, em breve, André, o amigo de Carol que tinha tirado o cabaço de Ana, também ia tirar o cabaço da bucetinha, do cuzinho e da boquinha de Bianca. E Carol fala pra Ana voltar sozinha no dia seguinte pra mais uma lição de sexo.
VÍDEO 5 – Esse quinto vídeo mostraria a Carol e seu amigo André ensinando a Ana a transar com um casal. Carol e André cada um pega em uma mão de Ana e levam Ana pro quarto. Em pé, ao lado da cama, os três ficam nus e Carol e André abraçam, beijam e acariciam todo o corpo de Ana. Carol chupa um peito de Ana enquanto André chupa o outro peito de Ana e ele e ela acariciam a buceta, a bunda e todo o corpo de Ana. Carol diz pra Ana pra elas duas se ajoelharem em frente de André pra elas duas chuparem o pau dele e a Carol vai ensinando pra Ana como chupar um pau e as duas vão se revezando, acariciando e chupando o pau dele. Quando ele fica de pau duro, Carol e André levantam Ana, os dois beijam Ana com muito tesão e deitam Ana na cama. Carol e André acariciam, beijam, lambem e chupam todo o corpo de Ana. Carol chupa um peito de Ana e André chupa o outro peito de Ana e eles usam os dedos pra acariciar o grelo de Ana até ela gozar intensamente. Carol e André chupam a bucetinha de Ana pra lamber todo o gozo de Ana e se beijam num beijo com o gosto do gozo de Ana. Carol começa a acariciar e chupar os peitos de Ana e beijar a boca dela, enquanto André continua chupando a buceta de Ana, lambendo o grelo dela até Ana gozar gostoso na boca dele. Com André ainda chupando a buceta de Ana, Carol senta sua buceta na cara de Ana e Ana chupa a buceta de Carol, que goza na boca de Ana. Aí Carol beija Ana de novo e troca de lugar com André, Carol passa a chupar a buceta de Ana e André começa a acariciar e chupar os peitos de Ana e beijar a boca dela e Ana fica punhetando o pau de André. Depois de Ana gozar de novo, agora na boca de Carol, André se senta em cima dos peitos de Ana e enfia o pau dele na boca dela, enquanto Carol continua chupando a buceta de Ana. Carol então diz pra André fuder a bucetinha de Ana. Carol senta e põe a cabeça de Ana no colo de Carol e beija a boca dela. André arreganha as pernas de Ana e mete na buceta de Ana. Carol acaricia os peitos de Ana e beija a boca dela. Depois de Ana gozar, Carol manda André deitar de barriga pra cima e manda Ana sentar em cima dele, de frente pra André. Enquanto Carol vai colocando o pau de André na bucetinha de Ana, Carol vai acariciando Ana. André segura na cintura de Ana e puxa Ana pra baixo e Ana começa a subir e descer no cacete dele. Carol beija a boca de Ana enquanto acaricia os peitos dela e chupa os peitos de Ana enquanto acaricia com os dedos o grelo de Ana. E Ana goza com o pau de André na buceta dela ao mesmo tempo em que Carol acariciava o grelo de Ana. Carol então manda Ana ficar de quatro e Carol fica sentada em frente de Ana, que aproveita pra beijar Carol e se apoiar nela. Carol manda André meter na buceta de Ana. André segura firme na cintura de Ana e fode a buceta dela, enquanto Carol acaricia Ana. Depois que Ana goza outra vez, Carol deita e manda Ana chupar a buceta dela, enquanto Ana continua de quatro e sendo fudida por André. Depois que Carol goza na boca de Ana, Carol senta de novo na frente de Ana, que continua sendo fudida de quatro, segura as mãos de Ana e manda André tirar o pau da buceta de Ana e enfiar o cacete no cu de Ana. Segurando firme na cintura de Ana, André tira o pau da buceta de Ana e mete no cu dela. Ana grita, chora e geme de dor e prazer enquanto Carol beija a boca dela e acaricia o corpo de Ana, até Ana gozar pelo cu. Então Carol manda André deitar de novo de barriga pra cima e manda Ana sentar de novo em André, dessa vez de costas pra ele. Carol encaixa o pau de André no cu de Ana, André segura na cintura de Ana e puxa Ana pra baixo. Enquanto Ana sobe e desce no pau de André, Carol beija a boca dela e acaricia os peitos de Ana, e depois chupa os peitos de Ana enquanto acaricia com os dedos o grelo de Ana. Então, Carol se posiciona na frente da buceta de Ana e começa a chupar a buceta de Ana enquanto André fode o cu de Ana, até Ana gozar feito uma louca sendo fudida no cu e chupada na buceta. Depois que Ana goza, Carol deita Ana de barriga pra cima, dá um beijo bem gostoso em Ana e enfia dois dedos dentro da buceta de Ana até tocar num ponto dentro da buceta de Ana que faz Ana tremer de prazer. Carol, então, começa um vai-e-vem com os dedos dentro da buceta de Carol, enquanto André chupa os peitos de Ana e beija a boca dela. Ana começa a gozar descontroladamente, arqueia o corpo jogando a bucetinha pra cima e, no clímax, Ana esguicha pela buceta jatos de gozo. Então, Carol cai de boca na buceta de Ana, chupa todo o gozo dela, sobe pra cima de Ana e abraça e beija a boca de Ana pra Ana também sentir o gosto do gozo dela mesma. Então, Carol diz que tá louca de tesão e que é a vez dela, Carol, ser fudida por André ao mesmo tempo em que é acariciada e chupada por Ana. E os três transam de todas as maneiras possíveis, na cama, no sofá, no banheiro e até no chão do quarto. Enquanto ele mete numa garota, a outra garota acaricia, beija, lambe e chupa os peitos e todo o corpo da garota que está sendo fudida, e vice-versa. Ele põe as duas de quatro uma do lado da outra e fica revezando, metendo na buceta e no cu de uma e de outra, enquanto elas se beijam e gemem pra caralho. Ele goza nas bucetas, nos cus e nas bocas delas duas, enchendo todos os buracos delas de porra e elas duas se lambem, lambendo a porra e o gozo espalhados nos corpos das duas. Os três gozam pra caralho e, no final, os três estão tão misturados, tão enroscados um nos outros, que não se sabe onde começa um e onde terminam os outros. Depois de acabarem, ainda arfando ofegantes, Carol dá um beijo gostoso em André, depois Carol dá um beijo mais gostoso ainda em Ana e diz pra Ana voltar no dia seguinte e se preparar porque, no dia seguinte, Ana ia ter mais uma prova dura em mais uma lição de sexo.
VÍDEO 6 – Esse sexto vídeo mostraria a Carol ensinando a Ana a transar com dois homens ao mesmo tempo, enquanto a Carol só assiste e se masturba no sofá e fala, ensina pra Ana o que a Ana tem que fazer. A Carol leva a Ana pela mão pro quarto. Quando a Carol abre a porta do quarto, Ana vê dentro do quarto o André e um outro amigo da Carol, Bruno, os dois em pé de frente pra elas, já nus e de paus duros. Ana se assusta e ao mesmo tempo se excita com a surpresa, numa mistura de medo e tesão. Carol fica nua, senta no sofá, arreganha as pernas e fica se masturbando pra ver de camarote os dois homens fudendo a Ana. Os dois homens vão até a Ana, arrancam toda a roupa dela e a abraçam, beijam, acariciam, lambem e chupam todo o corpo de Ana. Os dois chupam cada um, um peito dela, enquanto eles dois acariciam a buceta e a bunda dela. Carol manda Ana se ajoelhar e acariciar e chupar os dois paus. Ana se ajoelha e pega um cacetão em cada mãozinha dela e começa a punhetar os paus. Começa a beijar, lamber e chupar um e depois outro pau, e fica revezando entre os caralhões. Quando os paus já estão bem duros, os dois homens levantam Ana e a levam pra cama. Eles deitam Ana na cama, acariciam o corpo todo dela, beijam na boca de Ana e cada um chupa um peito dela, enquanto usam os dedos pra acariciar o grelo de Ana até ela gozar. Eles se revezam chupando os peitos e a buceta de Ana, e Ana goza gostoso nas bocas dos dois. Então, Carol manda os homens meterem na buceta de Ana, um homem de cada vez. Então, eles começam a se revezar metendo na buceta de Ana, em várias posições diferentes, e enquanto um mete na buceta dela, o outro acaricia Ana, beija na boca dela, acaricia e chupa os peitos dela, acaricia todo o corpo dela. Aí, Carol manda Ana chupar o pau de um, enquanto Ana é fudida na buceta pelo outro. E os dois homens se revezam, enquanto um fode a buceta de Ana, Ana punheteia e chupa o pau do outro, e vão trocando de posição. Então, Carol manda André deitar de barriga pra cima e manda Ana se sentar em cima dele e colocar o pau de André na buceta de Ana, enquanto Bruno beija na boca de Ana e acaricia os peitos dela. Carol, então, manda Ana deitar sobre André. Ana deita em cima de André, encosta o peito dela no peito dele, e André começa a foder forte a buceta de Ana, até Ana gozar intensamente. Como Ana ficou de bunda pra cima com o cuzinho exposto, sem que Ana perceba, Carol manda Bruno meter no cu de Ana ao mesmo tempo em que o pau de André ainda está dentro da buceta de Ana. Bruno rapidamente pega na cintura de Ana e mete no cu dela. Ana grita de dor e de susto, surpreendida pelo pau entrando no cu dela ao mesmo tempo em que ela continuava com outro pau na buceta dela. Ana começa a chorar e implora por favor pra Bruno colocar mais devagar o pau no cu dela, mas Bruno coloca cada vez mais forte, cada vez mais fundo, até que, quando Bruno já tinha conseguido enfiar metade do cacetão dele no cu de Ana, Bruno segura mais firme ainda a cintura de Ana e, numa estocada só, enfia todo o pau no cu dela e Ana dá um grito de dor. Os dois homens começam a arregaçar a bucetinha e o cuzinho de Ana ao mesmo tempo, cada vez mais rápido, cada vez mais forte e, de vez em quando, André beijava na boca de Ana e acariciava e chupava os peitos dela. Então, Ana começa a sentir a sensação mais forte que ela já tinha sentido até aquele momento. Era uma mistura de dor e prazer, ela sentia como se os dois paus fossem rasgar Ana no meio, ela tremia de tesão e gozo, ela gozava pela buceta e pelo cu ao mesmo tempo e a sensação se espalhava pelo corpo todo dela e ela tremia de gozo como se estivesse levando um choque. Ana começa a gozar, a chorar descontroladamente e a gritar feito uma louca, gritar de prazer, de tesão. Ana grita pros dois homens foderem ainda mais, meterem mais rápido e mais forte nela, até que Ana começa a gozar descontroladamente, gritando de prazer, no orgasmo mais forte da vida dela até aquele momento, gozando pela buceta e pelo cu. Depois que a Ana goza, com ela ainda com o corpo todo dela tremendo, os dois homens trocam de buraco. Bruno sai de cima de Ana e tira Ana de cima de André, e André continua deitado de barriga pra cima. Bruno, então, senta Ana em cima de André e de costas pro André. André encaixa o pau dele no cu de Ana, segura firme na cintura de Ana e puxa Ana pra baixo. Ana grita de dor e prazer enquanto Bruno chupa os peitos dela e acaricia o grelo de Ana. Quando Ana consegue agasalhar o cacetão de André dentro do cu dela, Ana deita sobre André. Bruno arreganha as pernas de Ana e mete na buceta dela. Os dois homens começam a arregaçar a buceta e o cu de Ana e, de vez em quando, Bruno beija na boca de Ana e acaricia os peitos dela, até Ana gozar de novo pelo cu e pela buceta. Os dois homens, então, fazem várias duplas penetrações em Ana em várias posições diferentes, DP de ladinho, prum lado e pro outro, DP sentada no sofá, sentada de frente e sentada de costas, DP em pé, levantando a Ana no ar, DP de tudo quanto é jeito. Os dois homens mudam de posições várias vezes e uma hora um mete na buceta enquanto o outro mete no cu e vice-versa. Os dois gozam várias vezes dentro da buceta e dentro do cu de Ana. Então, Carol manda os dois homens deitarem Ana de barriga pra cima na cama e enfiarem dois dedos dentro da buceta de Ana até a Ana gozar bem gostoso. Primeiro André enfia os dois dedos na buceta de Ana enquanto Bruno acaricia e chupa os peitos de Ana. Depois que Ana gozou de esguichar pela buceta foi a vez de Bruno enfiar os dois dedos na buceta dela enquanto André chupava os peitos dela, até Ana gozar esguichando de novo. Carol, então, manda Ana acariciar e chupar os dois paus até os dois gozarem dentro da boca de Ana. Os dois homens ficam em pé ao lado da cama e Ana se ajoelha no chão na frente deles. Ana pega um pau em cada mão e punheteia os dois. Ana começa a beijar, lamber e chupar os dois paus, um de cada vez, enquanto chupa um e punheteia o outro, e vai revezando os dois paus até os dois gozarem na boca dela. Então, Carol manda Ana engolir toda a porra dos dois e lamber os dois paus. Carol, então, que já tinha gozado várias vezes se masturbando vendo Ana ser fudida pelos dois homens, se levanta do sofá e vai em direção da Ana, que continua ajoelhada em frente aos dois homens. Carol afasta os dois, se ajoelha também na frente de Ana, abraça e beija a Ana carinhosamente. Ana diz pra Carol que queria ver a Carol e a Bianca também sendo fudidas por 2 homens ao mesmo tempo. Carol responde que podiam fazer uma suruba com elas três, Ana, Bianca e Carol, e eles dois, André e Bruno, com os dois homens tirando o cabaço da buceta, do cu e da boca da Bianca. Carol, Ana e Bianca, com Bianca no meio das duas, se ajoelhariam na frente de André e Bruno, e Carol e Ana ensinariam a chupar os cacetões. Aí os quatro deitariam Bianca na cama, a acariciariam até André tirar o cabaço da buceta de Bianca enquanto Bianca é acariciada pelos outros três. Depois de André gozar na buceta de Bianca, Bruno colocaria Bianca de quatro e meteria na buceta de Bianca enquanto Carol e Ana segurariam as mãos de Bianca e as duas acariciariam Bianca junto com André. Depois de Bruno gozar na buceta de Bianca, André deitaria de barriga pra cima e Carol e Ana sentariam Bianca no pau de André de frente pra André, e Bianca cavalgaria André enquanto Bianca seria acariciada pelos outros três. Depois de Bianca gozar, sem tirar o pau de André da buceta de Bianca, Bianca deitaria sobre André e juntaria o peito de Bianca com peito de André. André voltaria a fuder forte a buceta de Bianca até Bianca gozar de novo. Depois que Bianca gozasse, ainda com Bianca deitada sobre André e com o pau de André ainda dentro da buceta de Bianca, Carol aproveitaria que Bianca tá distraída e mandaria Bruno meter no cu de Bianca enquanto Bianca ainda estivesse com o pau de André na buceta de Bianca. Bruno pegaria Bianca de surpresa e meteria no cu dela sem ela esperar. A primeira penetração no cuzinho virgem de Bianca seria em uma dupla penetração. Então, ao mesmo tempo que André foderia a buceta de Bianca, Bruno foderia o cu de Bianca e as outras duas ficariam acariciando Bianca, até Bianca gozar de novo. Aí,  Carol e Ana sentariam Bianca de novo no pau de André, mas dessa vez sentariam Bianca de costas pra André e encaixariam o pau de André no cuzinho de Bianca. André seguraria firmemente na cintura de Bianca e puxaria Bianca pra baixo. Bianca ficaria com o cu subindo e descendo no pau de André enquanto os outros três ficariam acariciando Bianca até que Carol mandaria Bruno meter na buceta de Bianca e, enquanto Bianca seria duplamente penetrada, Carol chuparia um peito de Bianca e Ana chuparia o outro peito de Bianca e elas beijariam a boca de Bianca. Bianca seria duplamente penetrada até André e Bruno gozarem dentro do cu e da buceta de Bianca. Bianca terminaria ajoelhada em frente aos dois homens e punhetando e chupando os dois paus até eles gozarem. Então, Ana e Carol se ajoelhariam na frente de Bianca e as duas abraçariam e beijariam Bianca, lambendo toda a porra no corpo dela. Os dois homens foderiam as três mulheres nas mais variadas posições e fariam duplas penetrações em todas as três garotas. Os dois meteriam e gozariam nas bucetas, nos cus e nas bocas das três. Mas Carol diz pra Ana que isso ficaria pra uma outra oportunidade, porque no dia seguinte seria um dia só de mulheres pra Ana em mais uma lição de sexo.
VÍDEO 7 – Esse sétimo vídeo mostraria uma suruba lésbica com a Ana, a Bianca, a Carol e a Dora, uma amiga mais velha da Carol que costuma participar das fodas da Carol. Carol puxa pela mão pro quarto a Ana e a Bianca, puxando cada uma em cada mão da Carol. Quando elas entram no quarto, Ana e Bianca ficam surpresas e com tesão ao ver deitada na cama, completamente nua, Dora, uma amiga da Carol que costuma transar com a Carol sozinha ou fazer surubas com a Carol e os amigos de Carol. Carol diz pra Ana e pra Bianca que a festa hoje é uma festa só pras garotas. Dora se levanta da cama e vai de encontro às outras três mulheres, que também ficam completamente nuas. As quatro se abraçam, se beijam, se acariciam, se lambem e se chupam todo o corpo umas das outras. Elas quatro vão pra cama. Todas as quatro se acariciaram e se chuparam até todas elas quatro gozarem pra caralho e enfiaram os dedos em todos os buracos umas das outras e se esfregaram suas bucetas nas bucetas umas das outras. Carol e Dora sempre explicando pra Ana e Bianca o que elas tinham que fazer, ensinando tudinho. Elas se revezavam em várias posições diferentes. Todas elas tiveram um peito chupado por uma e o outro peito chupado por outra, enquanto a terceira chupava a buceta e lambia o grelo, e seis mãos acariciavam a bunda e o resto do corpo todo. Levaram dedadas em todos os buracos enquanto tinham o corpo todo acariciado, beijado, lambido e chupado. E foram muitas lambidas, chupadas, dedadas e esfregadas de buceta roçando com buceta. Em um certo momento, uma chupava a buceta da segunda que chupava a buceta da terceira que chupava a buceta da quarta que chupava a buceta da primeira, formando um círculo de prazer. As quatro gozaram tanto que as quatro esguicharam de prazer pelas bucetas. As quatro fizeram todas as posições possíveis e imagináveis na cama, no sofá, no chão e até no banheiro. As quatro gozaram de todas as maneiras possíveis, com a Carol e a Dora sempre ensinando pra Ana e pra Bianca como gozar em uma suruba lésbica. No final, as quatro estavam tão emboladas, tão juntas, tão misturadas, tão enroscadas umas nas outras, que elas já não sabiam mais onde começava uma e onde terminava outra. Depois de ficarem exaustas de tanto prazer, depois de gozarem até cansar, as quatro ficam deitadas na cama abraçadinhas, juntinhas, se beijando e trocando carinhos suaves umas com as outras. Carol dá um beijo em Dora e diz pra Ana e pra Bianca que a Dora não vai poder vir no dia seguinte. Depois Carol dá um beijo em Bianca e diz pra Bianca se preparar que no dia seguinte vai ser um dia muito especial pra Bianca: André vai tirar o cabaço de Bianca. Então Carol dá um beijo em Ana e diz pra Ana que a Ana vai ajudar a Carol e o André a descabaçar a Bianca em mais uma lição de sexo.
VÍDEO 8 – Esse oitavo vídeo mostraria o André tirando o cabaço da Bianca e André ainda foderia também a Ana e a Carol. Carol e Ana puxam Bianca pela mão pra entrar no quarto. Quando abrem a porta do quarto, Bianca vê André dentro do quarto, em pé, nu e já de pau duro. Carol e Ana também ficam peladas e tiram toda a roupa da Bianca também. Bianca é abraçada, beijada, acariciada, lambida e chupada em todo o seu corpo pelos outros três. Bianca é levada pra cama pelos outros três que continuam se revezam lambendo, chupando e acariciando todo o corpo de Bianca, acariciando os peitos e o grelo de Bianca até ela gozar. Então, Carol fica chupando um peito de Bianca, enquanto Ana chupa o outro peito de Bianca ao mesmo tempo em que André chupa a buceta de Bianca. Depois que Bianca goza na boca dele, sem que Bianca perceba, pois ela ainda tá tonta do gozo, Carol faz um sinal pra André meter na bucetinha de Bianca. André mete na buceta de Bianca sem ela esperar e Bianca dá um grito de dor, ela começa a chorar e implora pra ele tirar, mas ele mete cada vez mais forte na bucetinha apertada de Bianca, enquanto Carol e Ana seguram Bianca e acariciam, beijam e lambem todo o corpo de Bianca. Elas acariciam e chupam os peitos de Bianca até que André, de uma estocada só, enfia todo o pau na bucetinha de Bianca. Bianca grita de dor e André começa um vai-e-vem cada vez mais rápido, cada vez mais forte, arregaçando a bucetinha de Bianca. Bianca começa a sentir uma mistura de dor e prazer e começa a gozar descontroladamente, chorando e gritando, mas dessa vez implorando pra André foder a ela ainda mais, não parar, até que André e Bianca gozam intensamente. Bianca é levada pelos três até o banheiro onde os três dão um banho nela e acariciam, beijam, lambem e chupam todo o corpo de Bianca. Depois, eles levam Bianca de volta pra cama e André volta a meter na buceta de Bianca em várias posições diferentes enquanto que a Carol e a Ana ficam acariciando, beijando, lambendo e chupando todo o corpo de Bianca. Até que Carol manda André colocar Bianca de quatro e manda André meter na buceta de Bianca, que começa a gozar de novo. Depois que Bianca goza, de repente, sem que Bianca perceba, Carol manda André meter no cu de Bianca. Carol e Ana seguram as mãos de Bianca e, sem que Bianca esteja esperando, André segura firme na cintura de Bianca, que ainda tá de quatro, e mete duma vez no cu de Bianca. Bianca grita de dor quando a cabeçona do cacetão de André invade o cu dela e Bianca implora chorando pra André tirar o pau do cu dela, mas André segura Bianca ainda mais firme pela cintura e mete cada vez mais forte, cada vez mais fundo naquele cuzinho apertadinho, enquanto Bianca é segurada e acariciada por Carol e Ana, até que André, de uma metida só, enfia todo o pau dele no cu de Bianca. Bianca dá um berro imenso de dor, e André começa um vai-e-vem cada vez mais forte e cada vez mais rápido, arregaçando o cuzinho de Bianca. Bianca começa a sentir uma mistura de dor e prazer e ela começa a gozar fortemente, gritando e chorando descontroladamente, gozando pela primeira vez sendo fudida no cu. Então, Carol manda André deitar de costas na cama e Carol e Ana sentam Bianca em cima do pau de André, com Bianca de costas pra André. Carol encaixa o pau de André na entradinha do cuzinho de Bianca, André segura na cintura de Bianca e puxa Bianca pra baixo duma vez, Bianca dá um grito de dor e André começa a foder forte o cu de Bianca, ao mesmo tempo em que Carol e Ana cada uma chupa um peito de Bianca, e enquanto Ana acaricia com os dedos o grelo de Bianca, Carol enfia dois dedos dentro da buceta de Bianca. André fica metendo no cu de Bianca até ele gozar de novo e encher o cu de Bianca de porra. Bianca é levada de novo ao banheiro pelos três. Os quatro, então, se acariciam, transam e gozam de todas as maneiras possíveis, no banheiro, no sofá, na cama e até no chão. Enquanto ele metia em uma, as outras duas acariciavam, beijavam, lambiam e chupavam a que estava sendo fudida. André mete nas bucetas, nos cus e nas bocas das três garotas, enchendo de porra todos os buracos delas. Os quatro estavam tão juntos e misturados que já não sabiam mais onde começava um e onde terminava outro. No final, Carol manda Bianca se ajoelhar no chão e pegar o pau de André, que fica de pé ao lado da cama, pra Bianca acariciar, beijar, lamber e chupar o pau dele até André gozar tudinho dentro da boca de Bianca, enquanto Carol e Ana também ficam de pé, uma de cada lado de André, assistindo Bianca chupar o pau dele e elas também ficam falando, ensinando pra Bianca como chupar um pau. Quando André goza na boca de Bianca, Carol manda Bianca engolir toda a porra dele e lamber o pau de André. Então Carol se ajoelha na frente de Bianca, abraça e beija Bianca, ainda sentindo na boca de Bianca o gosto da porra de André. Carol faz um carinho nos cabelos de Bianca e diz pra Bianca descansar uns dias pra se recuperar e poder voltar pra uma grande suruba. Carol levanta, abraça e beija Ana e diz pra Ana que, no dia seguinte, Carol, Ana, André e Bruno vão fazer uma surubinha em mais uma lição de sexo.
VÍDEO 9 – Esse nono vídeo mostraria Carol, Ana, André e Bruno fazendo uma surubinha. Entram no quarto Carol, Ana, André e Bruno. Os quatro ficam nus, se abraçam e André e Bruno vão acariciando Carol e Ana, beijando, lambendo e chupando o corpo todo das duas garotas. As garotas também se acariciam uma a outra. Carol diz pra Ana se ajoelhar junto com ela na frente de André e Bruno que estão em pé e as duas começam a acariciar e a chupar os paus deles, trocando de paus de uma pra outra. Quando André e Bruno ficam de pau duro, eles levantam Carol e Ana e levam as duas pra cama, onde continuam as carícias. André chupa um peito de Ana e Bruno chupa o outro peito de Ana, enquanto Carol chupa a buceta de Ana até Ana gozar na boca de Carol. Depois é a vez de Ana chupar a buceta de Carol ao mesmo tempo em que Ana mete dois dedinhos dela dentro da buceta de Carol, enquanto André e Bruno cada um chupa um dos peitos de Carol. Depois de Carol gozar esguichando, gritando alucinadamente de prazer, os dois homens começam a meter nas bucetas e depois nos cus de Ana e Carol, em todas as posições possíveis, trocando as garotas um com o outro. Até que Ana fica deitada de barriga pra baixo em cima de Bruno, sendo fudida na buceta por Bruno, enquanto Carol é fodida de quatro no cu por André. Então, sem Ana perceber, Carol aproveita que Ana está de bunda pra cima, com o cuzinho exposto e desprotegido, e manda André meter no cu de Ana enquanto Bruno está fodendo ao mesmo tempo a buceta de Ana. Ana é surpreendida pelo pau de André entrando duma vez e inesperadamente no cu dela e grita, sentindo uma mistura de dor e prazer, enquanto Carol acaricia, beija, lambe e chupa todo o corpo de Ana. Ana começa a gritar de prazer e a gozar descontroladamente pela buceta e pelo cu. Depois de Ana gozar, Carol diz que ela, Carol, também quer ser duplamente penetrada. Carol tira André de cima de Ana e tira Ana de cima de Bruno, que permanece deitado com o pau duro apontado pra cima. Carol senta em cima do pau de Bruno, de costas pra Bruno. Carol pega com a mãozinha dela o pau de Bruno e encaixa o cacetão dele na entradinha do cuzinho dela e vai forçando o corpo dela pra baixo, metendo o cacetão dele dentro do cu dela, enquanto é acariciada por Ana e André. Quando Carol consegue enfiar todo o pauzão de Bruno dentro do cu dela, Carol diz pra André meter na buceta de Carol. Enquanto Carol é fodida ao mesmo tempo no cu e na buceta, Ana beija a boca de Carol, acaricia e chupa os peitos de Carol, e Carol começa a gritar de prazer e a gozar loucamente. Depois, André e Bruno ficam se revezando em duplas penetrações em várias posições diferentes nas duas garotas, de ladinho, em pé com as garotas suspensas, sentados no sofá, DP de tudo quanto é jeito. E enquanto uma garota é duplamente penetrada, a outra garota beija na boca, acaricia todo o corpo e chupa os peitos da garota que está sendo duplamente penetrada. Depois de André e Bruno meterem e gozarem em todos os buracos de Carol e Ana, elas terminam ajoelhadas no chão, com eles em pé em frente delas e elas chupando os paus deles até eles gozarem nas bocas, nas caras e dos peitos delas. Elas, então, começam a lamber toda a porra uma no corpo da outra. Então, Carol deita Ana na cama de novo dá um beijo na boca dela e vai descendo acariciando, beijando, lambendo e chupando o pescoço, os peitos, a barriga de Ana, até chegar na buceta de Ana. Carol começa a chupar bem gostoso a buceta de Ana, enquanto André e Bruno acariciam e chupam os peitos de Ana e beijam a boca dela. Carol, então, senta ao lado de Ana e enfia dois dedinhos de Carol dentro da bucetinha de Ana. Ana começa a gozar alucinadamente, arqueando o corpo, jogando a bucetinha pra cima até gozar esguichando. Carol lambe e chupa todo o gozo na buceta de Ana. Carol sobe pra cima de Ana, abraça e beija a boca de Ana, enquanto André e Bruno acariciam as duas. Carol faz um carinho suave nos cabelos e no rosto de Ana e diz pra Ana que no dia seguinte Ana vai ter uma prova de fogo em sua última lição de sexo.
VÍDEO 10 – Esse décimo vídeo mostraria Ana transando com três homens ao mesmo tempo, enquanto Carol só se masturba, só assistindo Ana ser fudida e falando pra Ana, ensinando pra Ana o que a Ana tem que fazer num gangbang. Ana é levada pro quarto só por Carol, que puxa Ana pela mão. Quando Carol abre a porta do quarto, Ana se surpreende ao ver dentro do quarto, em pé, já nus e de paus duros, André, Bruno e Carlos, um outro amigo de Carol que também costuma se juntar com André e Bruno pra os três juntos fazerem gangbangs quando eles três pegam a Carol sozinha, e também eles fazem surubas, os três com Carol e mais Dora, a amiga de Carol. Carol fica nua, se senta no sofá, arreganha as pernas e começa a bater uma siririca pra assistir Ana ser fudida pelos três homens. Os três homens vão até Ana, arrancam toda a roupa dela, abraçam, acariciam, beijam, lambem e chupam todo o corpo de Ana. Carol manda Ana se ajoelhar na frente dos três homens pra punhetar e chupar os três paus. Depois de Ana punhetar e chupar com muito tesão os três paus até ficarem maiores e mais duros ainda, de repente, os três homens, ainda em pé, erguem Ana no ar. André levanta as pernas de Ana até a altura da boca dele pra ele chupar a buceta dela suspensa no ar, enquanto os outros dois homens que também levantaram e sustentam Ana no ar, um à esquerda e o outro a direita dela, cada um dos dois chupa cada um dos peitos de Ana. Depois que Ana goza na boca de André, os três homens levam Ana pra cama e continuam acariciando, beijando, lambendo e chupando todo o corpo dela, enquanto Ana acaricia e chupa os paus deles. Os três se revezam chupando a buceta de Ana, dando uma surra de língua no grelo dela, e enquanto um chupa a buceta dela, os outros dois chupam os peitos de Ana e beijam a boca dela. Ana goza na boca de cada um dos três. Então, enquanto bate uma siririca no sofá e assistindo a tudo, Carol manda os homens começarem a meter na buceta de Ana, um de cada vez, e os três começam a se revezar pra meter na buceta de Ana, um de cada vez, e enquanto um homem mete na buceta de Ana, os outros dois homens acariciam, beijam, lambem e chupam os peitos e todo o corpo de Ana e Ana punheteia e chupa os paus dos outros dois homens que não estão metendo nela. Primeiro, Carol manda meter só na bucetinha de Ana. Depois que todos os três homens meteram na bucetinha de Ana várias vezes, em várias posições diferentes, fazendo Ana gozar várias vezes também, Carol manda os homens agora meterem só no cuzinho de Ana, também um de cada vez, e os três começam a se revezar pra meter no cuzinho de Ana, um de cada vez, várias vezes e em várias posições diferentes, fazendo Ana gozar também pelo cu. E enquanto um mete no cu de Ana, os outros dois acariciam, beijam, lambem e chupam todo o corpo de Ana. Aí Carol manda os homens fazerem dupla penetração em Ana, e eles começam a se revezar pra fazer DP em Ana, e enquanto um homem mete na buceta de Ana e o segundo homem mete no cu de Ana, o terceiro homem beija a boca de Ana, acaricia e chupa os peitos dela. Então, depois que todos os três homens se revezaram pra fazer dupla penetração em Ana várias vezes, em várias posições diferentes (de ladinho, em pé com Ana suspensa no ar, sentada no sofá etc.), Carol manda os homens fazerem tripla penetração em Ana, um pau na buceta e outro pau no cu de Ana, enquanto Ana punheteia e chupa o terceiro pau. Os três homens se revezam e trocam de posição várias vezes e os três metem, gozam e enchem de porra todos os buracos de Ana. Os três homens fodem Ana em várias posições diferentes. Em uma dessas posições, André enfia dois dedos dentro da buceta de Ana, enquanto Bruno e Carlos, cada um chupa um peito de Ana, até Ana gozar esguichando. No final, Carol manda Ana se ajoelhar no chão de frente pros três homens que estão em pé, pra punhetar e chupar os paus dos três homens até todos os três gozarem na boca de Ana e Carol também manda Ana engolir toda a porra deles. Ana se ajoelha no chão e os três homens ficam de pé em volta dela. Ana punheteia um pau com uma mão e chupa esse pau, Ana punheteia outro pau com a outra mão e também chupa esse outro pau, e Ana esfrega na cara dela e chupa o terceiro pau, e vai trocando de pau até punhetar e chupar todos os três paus, sempre tendo um pau em cada mão e o terceiro pau na boca. Os três homens se revezam até todos os três gozarem na boca dela e ela, ajoelhada, engolir toda a porra deles. Depois que um pau gozava na boca de Ana, ela lambia e chupava esse pau que tinha gozado pra engolir toda a porra dele, mas não largava desse pau que tinha gozado, Ana continuava punhetando esse pau que tinha gozado com uma mão, enquanto com a outra mão ela punhetava o outro pau que ainda não tinha gozado e chupava o terceiro pau que também ainda não tinha gozado. Quando o segundo pau gozou na boca dela, depois que Ana lambeu e chupou toda a porra desse pau, ela continuou punhetando esse segundo pau gozado, punhetando os dois paus que já tinha gozado enquanto ela chupava o terceiro pau que ainda não tinha gozado, até esse terceiro pau gozar na boca dela e ela lamber e chupar esse terceiro pau pra engolir toda a porra dele também. Depois que os três paus gozaram na boca dela, Ana pega os três paus e esfrega os três paus gozados na cara dela e nos peitos dela também. Carol, então, que já tinha gozado pra caralho só na siririca, se levanta do sofá e vai até Ana. Carol afasta os três homens de Ana, se ajoelha também na frente de Ana, que continuava ajoelhada, abraça Ana, beija a boca dela e lambe toda a porra que tinha na boca, no rosto e nos peitos de Ana. Carol beija Ana de novo, bem carinhosamente, faz um carinho suave no rosto e nos cabelos de Ana, olha nos olhos dela e dá os parabéns pra Ana. Carol diz pra Ana que agora Ana está formada na Escola de Sexo da Carol e, pra comemorar, no dia seguinte, Carol vai fazer uma suruba com ela, Carol, e mais Ana, Bianca, Dora, André, Bruno e Carlos. Nessa suruba, vão aproveitar pra fazer a primeira dupla penetração em Bianca, quando a Bianca estiver distraída com um homem metendo na buceta de Bianca, um outro homem vai vir de repente e meter no cu de Bianca, pegando Bianca de surpresa quando ela menos esperar. E todas as quatro mulheres vão ser duplamente e até triplamente penetradas pelos três homens. Os sete vão foder nas mais variadas posições. Uma suruba onde os sete vão foder e gozar sem parar, principalmente Carol, que vai ter três mulheres e três homens à disposição da Carol pra atender a todos os desejos, taras e fantasias da Carol, que vão fazer de tudo com a Carol, tudo que a Carol quiser, tudo que a Carol desejar, tudo que a Carol imaginar, que vão fazer a Carol gozar pela buceta e gozar pelo cu! Gozar sem parar, gozar muito, gozar forte e gozar bem gostoso! Gozar pra caralho! Gozar pra porra! GOZA GOSTOSO, CAROL!
VÍDEO 11 – Esse décimo primeiro vídeo mostraria uma suruba como diz no final da parte 6: “Ana diz pra Carol que queria ver a Carol e a Bianca também sendo fudidas por 2 homens ao mesmo tempo. Carol responde que podiam fazer uma suruba com elas três, Ana, Bianca e Carol, e eles dois, André e Bruno, com os dois homens tirando o cabaço da buceta, do cu e da boca da Bianca. Carol, Ana e Bianca, com Bianca no meio das duas, se ajoelhariam na frente de André e Bruno, e Carol e Ana ensinariam a chupar os cacetões. Aí os quatro deitariam Bianca na cama, a acariciariam até André tirar o cabaço da buceta de Bianca enquanto Bianca é acariciada pelos outros três. Depois de André gozar na buceta de Bianca, Bruno colocaria Bianca de quatro e meteria na buceta de Bianca enquanto Carol e Ana segurariam as mãos de Bianca e as duas acariciariam Bianca junto com André. Depois de Bruno gozar na buceta de Bianca, André deitaria de barriga pra cima e Carol e Ana sentariam Bianca no pau de André de frente pra André, e Bianca cavalgaria André enquanto Bianca seria acariciada pelos outros três. Depois de Bianca gozar, sem tirar o pau de André da buceta de Bianca, Bianca deitaria sobre André e juntaria o peito de Bianca com peito de André. André voltaria a fuder forte a buceta de Bianca até Bianca gozar de novo. Depois que Bianca gozasse, ainda com Bianca deitada sobre André e com o pau de André ainda dentro da buceta de Bianca, Carol aproveitaria que Bianca tá distraída e mandaria Bruno meter no cu de Bianca enquanto Bianca ainda estivesse com o pau de André na buceta de Bianca. Bruno pegaria Bianca de surpresa e meteria no cu dela sem ela esperar. A primeira penetração no cuzinho virgem de Bianca seria em uma dupla penetração. Então, ao mesmo tempo que André foderia a buceta de Bianca, Bruno foderia o cu de Bianca e as outras duas ficariam acariciando Bianca, até Bianca gozar de novo. Aí,  Carol e Ana sentariam Bianca de novo no pau de André, mas dessa vez sentariam Bianca de costas pra André e encaixariam o pau de André no cuzinho de Bianca. André seguraria firmemente na cintura de Bianca e puxaria Bianca pra baixo. Bianca ficaria com o cu subindo e descendo no pau de André enquanto os outros três ficariam acariciando Bianca até que Carol mandaria Bruno meter na buceta de Bianca e, enquanto Bianca seria duplamente penetrada, Carol chuparia um peito de Bianca e Ana chuparia o outro peito de Bianca e elas beijariam a boca de Bianca. Bianca seria duplamente penetrada até André e Bruno gozarem dentro do cu e da buceta de Bianca. Bianca terminaria ajoelhada em frente aos dois homens e punhetando e chupando os dois paus até eles gozarem. Então, Ana e Carol se ajoelhariam na frente de Bianca e as duas abraçariam e beijariam Bianca, lambendo toda a porra no corpo dela. Os dois homens foderiam as três mulheres nas mais variadas posições e fariam duplas penetrações em todas as três garotas. Os dois meteriam e gozariam nas bucetas, nos cus e nas bocas das três. Os cinco fodendo e gozando gostoso nas mais variadas posições.”
VÍDEO 12 – Esse décimo segundo vídeo mostraria uma suruba como diz no final da parte 10: “Carol diz pra Ana que agora Ana está formada na Escola de Sexo da Carol e, pra comemorar, no dia seguinte, Carol vai fazer uma suruba com ela, Carol, e mais Ana, Bianca, Dora, André, Bruno e Carlos. Nessa suruba, vão aproveitar pra fazer a primeira dupla penetração em Bianca, quando a Bianca estiver distraída com um homem metendo na buceta de Bianca, um outro homem vai vir de repente e meter no cu de Bianca, pegando Bianca de surpresa quando ela menos esperar. E todas as quatro mulheres vão ser duplamente e até triplamente penetradas pelos três homens. Os sete vão foder nas mais variadas posições. Uma suruba onde os sete vão foder e gozar sem parar, principalmente Carol, que vai ter três mulheres e três homens à disposição da Carol pra atender a todos os desejos, taras e fantasias da Carol, que vão fazer de tudo com a Carol, tudo que a Carol quiser, tudo que a Carol desejar, tudo que a Carol imaginar, que vão fazer a Carol gozar pela buceta e gozar pelo cu! Gozar sem parar, gozar muito, gozar forte e gozar bem gostoso! Gozar pra caralho! Gozar pra porra! GOZA GOSTOSO, CAROL!”

ESSE CONTO ERÓTICO FOI FANTASIADO POR UM FÃ E AMIGO, ADM DE VÁRIOS GRUPO DE WHATSAPP.
AUTORIA: DENISIO ARAUJO FILHO